Conversa Aberta com Carlota Cafieiro

04/09/2008

Agonia e êxtase a dessacralização dos ícones católicos na obra de León Ferrari e Márcia X

Conversa Aberta: Carlota Cafieiro
4 de setembro de 2008

 

Carlota Cafiero apresenta o Trabalho de Conclusão de Curso de sua pós-graduação em História da arte, realizada na Fundação Armando Álvares Penteado/FAAP, em São Paulo, e finalizada em 2008.

Em Agonia e êxtase a dessacralização dos ícones católicos na obra de León Ferrari e Márcia X., o artista plástico argentino León Ferrari e a artista e performer brasileira Márcia X. revelam, por meio da arte, a essência risível e contraditória de nossas instituições, com ênfase na Igreja Católica. Diante da impossibilidade de alterar dogmas e tabus, eles os subvertem: falos transformam-se em objetos de culto religioso nas performances e instalações de Márcia X., enquanto mártires cristãos (na verdade, santinhos de plásticos adquiridos no comércio popular) são mandados para o inferno nas colagens e instalações de Ferrari. Analisar e relacionar as trajetórias e obras iconoclastas desses artistas é o objetivo da recente pesquisa da jornalista Carlota Cafiero.

Carlota Cafiero é jornalista, trabalha como repórter do Caderno C, suplemento cultural do jornal Correio Popular, de Campinas, e acaba de concluir curso de especialização em história da arte pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).

Tags:


Deixe um comentário