Banzo

banzo | me arrasa me quebra me mata

03/12/2013

O cine-instalação “banzo | me arrasa me quebra me mata” entrecruza documentário e vídeo para investigar os sentimentos, ânimos e obsessões ligados ao universo das paixões. A simultaneidade de três vídeos exibidos em três paredes de um mesmo ambiente favorece a imersão do público-visitante junto à obra, uma vez que a realidade se dissolve na mesma proporção em que foi vivida por cada um dos protagonistas das “histórias de amor” apresentadas. Longe de tentar interpretar a realidade do mundo e expressar a pretensa verdade ou totalidade de uma narrativa com começo-meio-fim (como aconteceria em um documentário tradicional), este trabalho oferece, através de imagens ficcionais que se embrenham nas documentais, um campo de possibilidades abertas aos sentimentos e pensamentos por meio de imagens pulverizadas que são projetadas no espaço expositivo. Ao compor cenários e linguagens híbridas – no que concerne aos entre-fluxos do cinema com as artes visuais – “Banzo | me arrasa me quebra me mata” impulsiona a modificação do olhar e da percepção, construindo ambientes plurais cinematográficos em que a dilatação do tempo, agora, mais do que fundar uma não-linearidade da narração, oferece multi-narrativas na própria participação do outro na obra.

Quando as palavras acabaram, quando não havia mais o que dizer e o silêncio se tornou um esconderijo insuportável, mais inseguro ainda, mais doloroso, surgem forças mortais em forma de linguagem e imagem que não sabe ao certo o que quer expressar – mas é preciso tentar, porque ainda há o que viver disso tudo… Esta é a sugestão original de “banzo | me arrasa me quebra me mata”.

 

banzo | me arrasa me quebra me mata
direção: Natasha Marzliak
direção artística: Natasha Marzliak e Giovana Mastromauro (arista convidada)

equipe:
Giovana Mastromauro, Ricardo Zollner e Natasha Marzliak – câmera
Ricardo Zollner e Maurício Cajueiro – som
Juliana Milani e Beto Ortiz – trilha sonora
Sandra Simião – assistente de direção/figurino
Giovana Mastromauro – edição
Mariana Maurer – produção executiva
Ateliê Aberto Produções Contemporâneas – produção e montagem da exposição

atrizes/performers:
Carolina de Nadai
Sandra Simião
Loretta Emília
Sarah Fontaine

depoimentos:
Suzane Sturaro
Sandra Simião
Bia Pupin
Duane Benatti
Natasha Marzliak

Patrocínio: Fundo de Investimento de Cultura de Campinas e Prefeitura Municipal de Campinas | Secretaria de Cultura

Realização: Ateliê Aberto e Poltrona Filmes

Apoio: Casa São Jorge e Biocorpus Studio Pilates

Dj Douglazz no dia da abertura (22/11)

SERVIÇO
Abertura: dia 22 de novembro de 2013, às 20h.
Visitação: de 25 de novembro a 06 de dezembro de 2013.
de segunda a sexta, das 14h às 19h.

Ateliê Aberto: Rua Major Solon, 911 – Cambuí – Campinas- SP – BR |
19. 32517937 | contato@atelieaberto.art.br
www.atelieaberto.art.br

https://www.facebook.com/atelieaberto

 

Projeto contemplado pelo Fundo Investimento de Cultura de Campinas (FICC/2013)


Deixe um comentário